Skip to content

Tabela Nutricional: conheça o significado de cada item

Você já leu um rótulo de um produto e não entendeu nada?

Todos nós sabemos que a alimentação saudável é composta por produtos fresquinhos, in natura, mas hora ou outra, ou melhor sempre, consumimos produtos industrializados e eles carregam um “mistério”. Vamos lá!

Você já tentou ler os rótulos dos alimentos para tentar advinhar o que está escrito? Eh…as letras são tão minúsculas que, às vezes, só com lupa mesmo. E tem mais, além da saga da leitura, nem sempre sabemos para que serve cada item da tabela nutricional e se o alimento que estamos comprando é saudável ou não. O fato é que muitas pessoas até lêem tentando saber quantas calorias têm no produto, mas que fica aquela dúvida, ah fica! Com o objetivo de desvendar esse “mistério”, convidamos a nutricionista, Joyce Fabiana da Mata Cortes, para nos ajudar a entender o que significa cada item da tabela nutricional. Mas antes de explicar cada item, Joyce ressalta que o mais saudável de tudo é consumir alimentos frescos. Antes de consumir alimentos embalados é importante tomar cuidado com o consumo em excesso de sal, de carboidrato, de gordura e dos demais itens. Por exemplo, o sódio que é colocado nos alimentos geralmente é usado em excesso e isso é prejudicial à saúde.

De qualquer forma, mesmo sabendo que os alimentos in natura são mais saudáveis, hora ou outra, consumimos alimentos industrializados, então, atenção sobre o que cada item da tabela significa:

1. Valor Energético: é a energia produzida pelo corpo e proveniente de carboidratos, proteínas e gorduras totais. No rótulo esse valor é expresso na forma de quicalorias (Kcal) ou quilojoules (KJ). Uma caloria equivale a 4,18 Joules.

2. Carboidratos: são os componentes dos alimentos, cuja principal função é fornecer energia para as células do corpo.

3. Proteínas: são os componentes dos alimentos necessários para a construção e manutenção de nossos órgãos, tecidos e células.

4. Gorduras totais: as gorduras são nossas principais fontes de energia e ajudam na absorção das vitaminas A, D, E e K. As gorduras totais referem-se à soma de todos os tipos de gorduras encontradas nos alimentos.

5. Gorduras saturadas: tipo de gordura presente em alimentos de origem animal, com carne, toucinho, pele de frango, queijo, leite integral, manteiga, requeijão e iogurte. O consumo desse tipo de gordura deve ser moderado, porque quando consumido em grande quantidade, pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

6. Gordura trans: gordura encontrada em excesso em alimentos industrializados, que usam gorduras vegetais hidrogenadas na preparação. Nosso organismo não tem necessidade desse tipo de gordura. É prejudicial.

7. Fibra alimentar: está presente em diversos tipos de alimentos de origem vegetal como frutas, hortaliças, feijão e alimentos integrais. A ingestão de fibra ajuda no funcionamento do intestino.

8. Cálcio: mineral essencial para a construção e manutenção dos ossos e dentes.

9. Sódio: é um mineral e normalmente é encontrado na natureza com outro elemento químico, o cloreto. O cloreto de sódio é o famoso sal de cozinha e ele possui 40% de sódio em cada grama. Portanto, consumido em excesso, faz muito mal à saúde.

Vejam que há muitas informações nos rótulos dos alimentos e elas devem ser analisadas antes de consumir algum produto.

Ficou com dúvidas? Quer a indicação de uma alimentação saudável? Agende sua consulta com nossa nutricionista.

Posts Relacionados

Dia do Nutricionista: A importância da alimentação saudável para a saúde!

Saiba mais sobre nutrição com a Dra. Joyce Cortes. Hoje, no dia do nutricionista, não podemos deixar de conscientizar a população sobre esta especialidade tão importante. A nutrição adequada e

Visão Hospital de Olhos tem nova unidade no Centro Médico de São Sebastião

Visão atua em áreas de oftalmologia como cirurgia refrativa, tratamento de catarata, entre outras doenças oculares. É com grande satisfação que anunciamos mais uma parceria de sucesso em benefício de

Você sabe a importância de ir ao endocrinologista?

Confira as orientações do endocrinologista Dr.Carlos Henrique. Você já se consultou com algum endocrinologista? Se sim, ótimo, você está cuidando da sua saúde. Não? É importante que você agende uma

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sign in

Don’t have an account? Sign Up