Skip to content

Compreendendo as doenças neurológicas

Prevenção é o melhor remédio!

Sabe aquela dorzinha de cabeça que parece não ir embora? Cuidado, ela pode ser um sinal de um problema neurológico. Afinal, o que são doenças neurológicas?

 A neurologia é a especialidade que cuida de doenças do cérebro. O médico neurologista se dedica ao prognóstico de enfermidades do sistema nervoso central e periférico. Hoje, no mundo, as doenças neurológicas afetam cerca de 1 bilhão de pessoas. Por se tratar de um ramo que atinge, geralmente, a população idosa,  os cidadãos costumam ignorar os indícios e evitar exames até que a situação se agrave. Entretanto, começar o tratamento da mazela em estágio avançado pode gerar complicações. As doenças neurológicas exigem atenção redobrada da população. O alerta para o diagnóstico prévio desses distúrbios é de suma importância, pois auxilia no controle dos sintomas e na melhora da qualidade de vida.

Para se prevenir, alguns motivos frequentes que podem levar a procurar um neurologista são: dores de cabeça, vertigens, tonturas, desmaios, falhas de memória, tremores, entre outros. Porém, como saber distinguir quando um desses indicativos pode ser considerado um problema mais sério? As características e os padrões dos sintomas permitem identificar o transtorno neurológico. Ou seja, é importante ficar atento à frequência e intensidade dos indícios. Caso os sintomas se mostrem fortes e persistentes, procurar um especialista é a melhor opção na busca de uma abordagem efetiva. Anda sentindo algum desse indícios? Fique atento!

Quanto antes for detectada uma doença, mais adequado e eficaz será o seu tratamento. Em casos neurológicos, isso é muito importante no cuidado da maioria das patologias. No caso de doenças degenerativas, o diagnóstico precoce é crucial para que o paciente tenha o apoio necessário na evolução do problema. Já em problemas tratáveis, como a epilepsia, as enxaquecas ou a esclerose múltipla, o prognóstico prévio permitirá um tratamento mais efetivo e melhora na qualidade de vida.

No entanto, a busca por um diagnóstico precoce não deve se restringir à manifestação de sintomas. Algumas doenças, como Alzheimer e Parkinson, são hereditárias. Sendo assim, pessoas que têm antecedentes familiares de disfunções neurológicas devem ir a um especialista como medida preventiva.

Portanto, não deixe para se preocupar depois com as doenças que afetam seu maior bem: seu cérebro. Com o crescimento da expectativa de vida, a probabilidade de enfrentar esses problemas na velhice é alta. Por esse motivo, é fundamental conhecer o próprio organismo e reconhecer os sintomas que indicam doenças neurológicas. Sendo assim, a prevenção é uma aliada na manutenção da saúde mental.

Viu como é importante se prevenir? Faça um check-up com o seu neurologista. No Centro Médico São Sebastião nós temos especialistas nessa área.

Posts Relacionados

Dia do Nutricionista: A importância da alimentação saudável para a saúde!

Saiba mais sobre nutrição com a Dra. Joyce Cortes. Hoje, no dia do nutricionista, não podemos deixar de conscientizar a população sobre esta especialidade tão importante. A nutrição adequada e

Tabela Nutricional: conheça o significado de cada item

Você já leu um rótulo de um produto e não entendeu nada? Todos nós sabemos que a alimentação saudável é composta por produtos fresquinhos, in natura, mas hora ou outra,

Visão Hospital de Olhos tem nova unidade no Centro Médico de São Sebastião

Visão atua em áreas de oftalmologia como cirurgia refrativa, tratamento de catarata, entre outras doenças oculares. É com grande satisfação que anunciamos mais uma parceria de sucesso em benefício de

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sign in

Don’t have an account? Sign Up